top of page
  • Foto do escritorZack Magiezi

Ode ao momento.




Tentar preencher os sentidos

Todos eles

Desfrutar do maquinário humano

E pelo menos por um instante

Esticar a existência

Não estou falando sobre viver por um longo período

Mas invadir cada centímetro do nosso corpo

Com a nossa alma

Poucas vezes fazemos isso

Poucas vezes fazemos isso conscientemente

Poucas vezes durante a nossa própria vida nos sentimos vivos

E quando isso acontece

Somos pegos de surpresa

Deveríamos sentir que estamos vivos o tempo todo

Desfrutar do maquinário humano

Cantar e dane-se

Dançar e dane-se

Celebrar o memorável segundo

Antes que o infarto nos alcance na esquina

Histórias que um dia farão aqueles que te amam sorrir

Quando se lembrarem de ti

E não um storie

Os livros são os meus animais selvagens favoritos

Mas não me devoram só me farejam e me perseguem

Poesia é sempre corrente marítima e sanguínea

O mover

Um mistério que conduz tudo

Magnetismo

Seremos parte dele

E brindaremos

Brindaremos

Aos amores

126 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page